todos os mascotes da copa do mundo

todos os mascotes da copa do mundo

Todos os mascotes da Copa do Mundo

Introdu??o
A Copa do Mundo é o maior evento esportivo do planeta, reunindo sele??es de futebol de diversos países para competirem pelo título mundial. Além dos jogos emocionantes e dos jogadores talentosos, outro elemento marcante dessa competi??o s?o os mascotes. Desde a sua cria??o, em 1966, a Copa do Mundo sempre contou com um mascote oficial, que buscou representar a cultura e a tradi??o do país anfitri?o. Neste artigo, iremos conhecer todos os mascotes da Copa do Mundo, desde o simpático le?o Willie até ao adorável Zabivaka.

Copa do Mundo de 1966 – Willie, o Le?o
A primeira edi??o da Copa do Mundo a contar com um mascote foi a de 1966, sediada na Inglaterra. O mascote escolhido foi Willie, um simpático le?ozinho com uma coroa de ouro na cabe?a. O le?o é um símbolo nacional da Inglaterra e foi considerado um mascote apropriado para representar o país anfitri?o.

Copa do Mundo de 1970 – Juanito, o Menino
No México, em 1970, o mascote escolhido para representar o país foi Juanito, um menino vestido com as cores da bandeira mexicana e segurando uma bola de futebol. Juanito se tornou um símbolo do espírito jovem e da paix?o pelo futebol no México.

Copa do Mundo de 1974 – Tip e Tap, as Laranjas
A Alemanha Ocidental, país sede da Copa do Mundo de 1974, escolheu um mascote inusitado para representar o torneio: duas laranjas gêmeas chamadas Tip e Tap. O design simples e divertido dos mascotes despertou o interesse dos f?s de futebol em todo o mundo.

Copa do Mundo de 1978 – Gauchito
A Argentina, país anfitri?o da Copa do Mundo de 1978, escolheu um mascote que representava a cultura gaucha do país: Gauchito, um menino com roupas tradicionais e um chapéu típico. Gauchito tornou-se um símbolo de orgulho nacional para os argentinos durante o torneio.

Copa do Mundo de 1982 – Naranjito, a Laranja Mecanica
A Espanha, sede da Copa do Mundo de 1982, também optou por um mascote baseado em uma laranja. Naranjito, como ficou conhecido, vestia uma camisa da sele??o espanhola e tinha uma express?o alegre. O mascote simbolizou o entusiasmo dos espanhóis pela competi??o.

Copa do Mundo de 1986 – Pique, o Piment?o
No México, em 1986, o mascote escolhido foi Pique, um simpático piment?o mexicano vestido com as cores da sele??o nacional. Pique tornou-se um símbolo do calor latino e da paix?o mexicana pelo futebol.

Copa do Mundo de 1990 – Ciao, o Mascote Amigável
A Itália, país sede da Copa do Mundo de 1990, escolheu um mascote chamado Ciao, que representava um boneco de futebol com óculos de sol e um sorriso amigável. Ciao foi projetado para transmitir a hospitalidade italiana aos visitantes da competi??o.

Copa do Mundo de 1994 – Striker, o Cachorro
Nos Estados Unidos, em 1994, o mascote da Copa do Mundo foi Striker, um cachorro caracterizado por seu corpo atlético e sua paix?o pelo futebol. Striker representava a energia e a determina??o dos jogadores e f?s durante o torneio.

Copa do Mundo de 1998 – Footix, o Galo
A Fran?a, país anfitri?o da Copa do Mundo de 1998, apresentou ao mundo seu mascote: Footix, um galo com as cores da bandeira francesa. O mascote simbolizava a for?a e o orgulho dos jogadores franceses, além de representar o espírito do país anfitri?o.

Copa do Mundo de 2002 – Ato, Kaz e Nik, os C?es
No Jap?o e na Coreia do Sul, em 2002, a Copa do Mundo contou com três mascotes: Ato, Kaz e Nik, três c?es coreanos vestidos com uniformes de futebol. Os mascotes foram inspirados em figuras mitológicas e se tornaram um sucesso entre os f?s de futebol de todo o mundo.

Copa do Mundo de 2006 – Goleo VI e Pille, o Le?o e a Bola
Na Alemanha, em 2006, a Copa do Mundo teve como mascotes Goleo VI, um le?o antropomórfico, e Pille, uma bola de futebol. Goleo VI foi inspirado no le?o do bras?o da sele??o alem? e Pille representava a paix?o pelo futebol.

Copa do Mundo de 2010 – Zakumi, o Leopardo
Na áfrica do Sul, em 2010, o mascote escolhido foi Zakumi, um leopardo com cabelos verdes e uma atitude descontraída. Zakumi representava a diversidade cultural e a riqueza natural da áfrica do Sul.

Copa do Mundo de 2014 – Fuleco, o Tatu-Bola
No Brasil, em 2014, o país escolheu como mascote um animal amea?ado de extin??o: o tatu-bola. Fuleco, como foi chamado, tinha a miss?o de conscientizar o mundo sobre a importancia da preserva??o do meio ambiente.

Copa do Mundo de 2018 – Zabivaka, o Lobo
Na Rússia, em 2018, o mascote escolhido foi Zabivaka, um lobo siberiano vestindo um uniforme esportivo com as cores da bandeira russa. Zabivaka significa “aquele que marca um gol” em russo e representa a habilidade e a determina??o dos jogadores de futebol.

Conclus?o
Os mascotes da Copa do Mundo s?o figuras ic?nicas que representam a identidade e a cultura de cada país sede. Do le?ozinho Willie ao adorável lobo Zabivaka, cada mascote deixa sua marca na história do torneio, se tornando um símbolo de alegria e entusiasmo para os f?s de futebol em todo o mundo.